quinta-feira, 30 de abril de 2015

Novo caso de trapaça: jovem de 19 anos é pego com dois celulares anexados as pernas

fotos do árbitro do evento Kumar
Mais uma vez nos deparamos lamentavelmente com esse caso, quando em menos de 3 semanas após o caso de GM Nigalidze (campeão georgiano), um jovem de 19 anos com 1503 ELO foi pego em flagrante no "Dr. Hedgewar Open" que está ocorrendo em Nova Deli, capital da Índia.
Dhruv Kakkar usava dois celulares, baterias e uma micro-escuta, onde recebia mensagens do seu amigo situado a 200 km do local que tinha acesso aos lances da Engine. Funcionava assim: Kakkar anexava próximo a cada joelho um celular para transmitir e receber mensagens. A partida não estava sendo transmitida ao vivo, mas ele conseguiu um meio de simplesmente dar uns toques no aparelho para dizer que foi feito o melhor lance ou não, e pelo outro celular o seu companheiro falava os lances do computador de onde escutava alto e claro na sua micro-escuta.

O jovem trapaceiro venceu oponentes com rating BEM MAIOR que o seu, saindo disparado com 4.0 em 4 possíveis, até ser emparceirado com o GM Pravin Thipsay. O GM notou algo muito estranho com o garoto, pois além de fazer lances muito precisos para o seu rating, ele demorava mais ou menos O MESMO TEMPO para efetuar suas jogadas, independente da profundidade do lance. Tipo, lances óbvios como troca de peças ele demorava: CxB, obviamente a resposta seria BxB mas mesmo assim ele demorava o mesmo tempo das outras jogadas.
O GM resolveu alertar a arbitragem, mas ela mandou o jogo seguir e ficou de olho. A um lance da derrota o mestre desiste, quando o Árbitro Principal Kumar o chamou para uma sala reservada para revista pessoal  quando encontrou tudo: A  TRAPAÇA FOI ENCONTRADA!



Um comentário:

  1. Muito triste esses episódios. Espero que esse problema não apareça por aqui.

    ResponderExcluir